EXPOSITORES BATEM RECORDE DOS ÚLTIMOS 10 ANOS.
A 22ª edição do Salão Imobiliário de Portugal – SIL 2019, decorreu na FIL entre o 10 e 13 de outubro, com dois pavilhões quase esgotados, apresentando um crescimento de cerca de 20% em relação à edição anterior, em 2018.
Os promotores imobiliários aumentaram em 72,12% e na mediação 7,6%, em relação a 2018. Nesta edição, destaque para a casa mais cara de Portugal, comercializada por cerca de sete milhões de euros.
Organizado pela Fundação AIP, o certame teve várias novidades e foi o ponto de encontro dos principais players do mercado imobiliário, com a Alta de Lisboa a marcar presença, mais um ano. Face à edição anterior, a grande diferença esteve no incremento que o SIL teve no setor da promoção imobiliária – os principais promotores nacionais e estrangeiros, que estão a desenvolver projetos em Portugal, marcaram presença, para além de se ter observado uma maior oferta de ativos imobiliários, de banca e serviços.
A organização apostou, ainda, numa imagem mais moderna, que acompanha a globalização e o mundo digital, através de ferramentas como business.fil.pt e o tickets.fil.pt que permitiram desmaterializar o processo de entrada na feira, com o objetivo de anular as filas à entrada.