Já o conhece?
Há um espaço na Alta de Lisboa que, sem ter sofrido qualquer intervenção durante vários anos, ganhou agora alma própria. O cinzento de betão que preenchia toda a área entre o bairro da Cruz Vermelha e a Rua Helena Vaz da Silva, tem uma assinatura colorida sobre um imenso talude, alvo de intervenção através do projecto Talude by RAF que lhe vem dar cor – literalmente.
O Festival de Arte Urbana de Lisboa (FAUL) começou ontem, dia 23, e vai estender-se até dia 26 de Maio. O projecto artístico de Rui Ferreira começou há pouco mais de um ano. quando nós, Sociedade Gestora da Alta de Lisboa (SGAL), o convidamos a desenhar uma intervenção neste talude. A ideia era transformar o espaço e torná-lo mais agradável e integrado na zona urbanística. Trabalhou nas ideias, transformou-as, e até procurou inspiração noutros artistas (como Gaudí e Zaha Adid). Meses depois, as formas, as cores e os contornos materializaram-se nas paredes do talude de contenção.
“Era uma zona, quase na sua totalidade, exclusivamente de barracas e construções precárias”, recorda RAF, situação que se foi alterando Fruto de projectos urbanísticos desenhados no sentido de redefinir o estilo e condições de vida destas pessoas.
Este espaço tem mais cor e vida e a arte ganhou espaço para transformar não só as ruas, como os seus habitantes.
Aproveitem o fim de semana e visitem-no!